16/04/2021

uisa conclui primeira fase do projeto de conectividade em parceria com a Vivo em Tangará da Serra

Inovação e Tecnologia

A primeira fase de implantação corresponde a 40% de todo o projeto, abrangendo o trajeto da usina até a Serra

O setor do agronegócio no Brasil investe progressivamente em inovação e tecnologia para otimizar seus processos. Um dos grandes desafios para avançar ainda mais a digitalização no campo é a conectividade. 

Em parceria com a Vivo Empresas – segmento corporativo da Telefônica Brasil, a uisa está desenvolvendo a proposta de conectividade e digitalização ao campo. Ao todo, o projeto visa atender 99,4% - com conexão 4G - de toda planta da uisa. 

Nesta primeira fase de implantação, foram instaladas 3 torres que compreendem a 40% da abrangência total, levando sinal de conexão 4G desde a planta agroindustrial da uisa, na zona rural de Nova Olímpia, até a Serra, entrada para o município de Tangará da Serra.   

De acordo com o Gerente Executivo de TI da uisa, Rodrigo Ribeiro Gonçalves, a parceria conectará mais de 850 equipamentos, possibilitando o monitoramento de todos o maquinário agrícola, aumentando o desempenho das operações agrícolas da uisa. “Adicionalmente, o projeto possibilitou a implementação do projeto de monitoramento via vídeo dos nossos canaviais contra incêndios. Utilizamos de inteligência artificial, que monitora todas as nossas fazendas e, assim, detecta focos de incêndios, que além de prevenir, também visualiza as matas e todo o meio ambiente, protegendo preventivamente o nosso meio ambiente”, comenta o gerente. 

A melhora na qualidade de sinal poderá ainda ser aproveitada por toda a comunidade circunvizinha. “Tudo isso só foi possível devido a conectividade 4G. Literalmente, a uisa mergulhou na agricultura 4.0, com o que há de melhor no Brasil e no mundo”, relatou o Rodrigo Gonçalves. 

O projeto viabiliza a plena utilização do ecossistema digital, com alta conectividade e soluções que auxiliam na transformação de dados – em tempo real – com máxima eficiência para mais de 88 mil hectares da Fazenda Guanabara, da uisa, levando rede móvel (4G) e as redes Narrow Band IoT (NB- loT) e Long Term Evolution for Machines (LTE-M) para o campo.  

A rede Mb-loT, é uma tecnologia que vai atender as necessidades de conexão dos dispositivos estáticos, com aplicações de sensoriamento do clima como temperatura ambiente, umidade do solo e incidência solar, tipicamente utilizadas em estações meteorológicas. Já a rede LTE-M, visa atender as necessidades dos dispositivos com grande taxa de mobilidade, como telemetria de maquinários agrícolas. 

A conectividade é a transformação digital no setor agro. Na uisa, com a conectividade e a automatização de seu maquinário agrícola e estações meteorológicas, com previsões do clima de curto e médio prazo, a digitalização possibilitará a empresa tomar decisões de negócio de forma rápida, com alto ganho de produtividade e eficiência operacional. 

 

Categoria

Inovação e Tecnologia

Tags

#parceirias

Subscribe in our newsletter

Stay on top of the latest news from uisa

divider
Success! Your message was sent successfully
Error your message was not sent
Site origem