27/05/2022

A biorrefinaria uisa incorpora, de forma pioneira, a tecnologia blockchain em seu processo produtivo

Inovação e Tecnologia

Tecnologia permite rastrear seus bioprodutos durante todo o ciclo de produção e consumo

A uisa, uma das principais biorrefinarias do País, vai incorporar, de forma pioneira, a tecnologia “blockchain” aos seus processos de produção e controle de seus bioprodutos, começando inicialmente pelo Açúcar Demerara Itamarati, uma das marcas do portfólio de alimentos da Companhia. A tecnologia tem como principal função proporcionar transparência, eficiência e segurança à cadeia produtiva da empresa e de seus parceiros. O blockchain permite a automatização do controle de todas as atividades realizadas durante a produção. No caso específico do Açúcar Demerara Itamarati, o consumidor poderá, por meio de um QRCode presente nas embalagens, acessar informações completas sobre plantio e colheita da cana e demais etapas da produção do açúcar. O Açúcar Demerara Itamarati será o primeiro com a rastreabilidade Blockchain, mas a empresa já trabalha para avançar para todo o portfólio. 

Segundo José Fernando Mazuca, CEO da Uisa, com essa iniciativa, a Companhia quer ser ainda mais transparente na relação com seus consumidores e com a sociedade, fornecendo informações sobre todo o processo de produção. “A postura sustentável é cada vez mais valorizada por todos. Acreditamos que com esse diferencial vamos atrair novos consumidores para o Açúcar Itamarati”, diz Mazuca.  A nova tecnologia contribuirá decisivamente também para os processos de certificações ESG da uisa, para a possível tockenização de ativos (detecta, previne riscos e fraudes, além de gerar transações financeiras de ativos), e para os processos de descarbonização do planeta no qual a Companhia está ativamente engajada.

Os consumidores do Açúcar Itamarati terão acesso a informações sobre colheita, a partir do uso de recursos de geolocalização. Além disso, será possível ter o controle da qualidade dos produtos, e verificar todas as certificações que atestam o cuidado da Companhia em todo o processo de cultivo.  Essas informações poderão ser acessadas em qualquer lugar do mundo, uma vez que estarão disponibilizadas na web. Em face da segurança e dos controles que proporciona, inicialmente a tecnologia ficou conhecida pela aplicação no mercado financeiro. Mais recentemente, o blockchain passou a ter grande aplicação também na indústria e na agricultura. Suas funcionalidades permitem rastrear produtos de forma transparente ao longo de todo o ciclo de produção chegando-se até o cliente final. Todos os dados são armazenados em uma única base de dados, gerando informações em tempo real.

 O uso da tecnologia blockchain para rastreamento da produção é parte da evolução da uisa como biorefinaria, que produz alimentos, biocombustíveis, bioenergia e bioprodutos. O projeto de aplicação do blockchain em processo de produção de alimentos ainda é inédito no Brasil. Seu desenvolvimento foi realizado por uma equipe multifuncional formada por técnicos da Diretoria de Tecnologia, Automação e Inovação da uisa, e mais dois sócios tecnológicos, a Google Cloud e a IT Lean, consultoria especializada em tecnologia.

 “Estamos investindo cada vez mais em novas tecnologias como Blockchain, pois acreditamos no potencial dos nossos clientes e queremos ajudá-los no processo de transformação digital”, reforça o CEO da IT Lean, Bira Padilha, lembrando que uma demo da solução será apresentada em primeira mão no IT Day, evento que a IT Lean realiza no dia 19 de Maio na Casa Petra, em São Paulo.

O uso do blockchain na uisa começa pelos processos que envolvem o Açúcar Demerara, porém já é parte da estratégia a implantação desta tecnologia em todas as linhas de produção da Companhia. O planejamento prevê o uso da rastreabilidade em processos externos, incluindo informações sobre transporte de produtos, e também sobre parceiros e fornecedores.

 

Sobre a uisa

 

A uisa, é uma das maiores biorefinarias do Brasil, um modelo de negócios que permite a transformação de matérias-primas renováveis e seus resíduos em biocombustíveis, biometano, energia limpa, alimentos, fertilizantes orgânicos e ingredientes para nutrição humana e animal. Localizada no Mato Grosso, região com uma das maiores biodiversidades do mundo, a uisa tem como diretriz a maximização da sustentabilidade e a redução das emissões de carbono, a partir do processamento de biomassas.

 

Sobre a IT Lean

Criada em 2012 por Bira Padilha, a IT Lean é uma consultoria de TI especializada em projetos de transformação digital. Ao longo desse período, consolidou um portfólio de ofertas que hoje conta com Fábrica de Software Agile; Chatbot; Desenvolvimento de Aplicativos Mobile; SharePoint, Analytics, BodyShop e projetos de BlockChain. São mais de 400 projetos para 100 clientes, entre eles: Carrefour, Volkswagen, Gol Linhas Aéreas, Marfrig, Unimed Fesp, Bauducco, SBT, Casas Bahia, UISA entre outros. Com sede em São Paulo, atuação em todo território nacional e alguns projetos internacionais, a IT Lean cresceu acima de 60% ao ano nos últimos três anos, conta também com uma retenção de colaboradores muito acima da média do mercado, respaldado inclusive pela certificação GPTW.

Categoria

Inovação e Tecnologia

Tags

#uisa #Agrotech #Blockchain #Rastreabilidade #Confiabilidade #AçucarDemerara

Subscribe in our newsletter

Stay on top of the latest news from uisa

divider
Success! Your message was sent successfully
Error your message was not sent
Site origem